• Trunca

Morreu Elis Regina



ELIS REGINA

morreu e as máquinas não pararam morreu e eles fizeram seus cálculos morreu e os nossos só sentiram muito

morreu porque era pobre morreu porque não tinha lugar na UTI morreu porque precisava trabalhar morreu porque finalmente tinha conseguido um emprego morreu porque os ônibus lotados morreu porque o setor não tem janelas morreu porque não dava nada morreu porque já vai passar

morreu minha colega do lado amanhã pode ser eu


Poema de @golondrina.ferreira Imagem por Fábio Motta

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo